Avaré contra o coronavírus
SAÚDE

Secretaria esclarece dúvidas sobre o sarampo

Saiba quem deve se imunizar e onde encontrar a vacina


Secretaria esclarece dúvidas sobre o sarampo Créditos pela imagem: Ilustrativa

Muitas dúvidas têm surgido depois que o Estado de São Paulo registrou um aumento nos casos de sarampo.

Doença infecciosa de natureza viral, grave, transmitida pela fala, tosse e espirro, e extremamente contagiosa, o sarampo pode ser prevenido pela vacina. Os principais sintomas são febre alta, dor de cabeça, manchas vermelhas pelo corpo, tosse, coriza, conjuntivite, entre outros.

As complicações infecciosas contribuem para a gravidade da enfermidade, particularmente em crianças desnutridas e menores de um ano de idade.

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza a vacina Tríplice Viral – SCR, que protege para o Sarampo, a Caxumba e a Rubéola, e a Tetra Viral – SCR-Varicela, que protege contra o sarampo, a caxumba, a rubéola e a varicela.

Diante disso, a Secretaria Municipal da Saúde alerta que é importante manter o esquema vacinal completo e devidamente registrado em caderneta de vacinação.

Onde encontrar a vacina

A imunização geralmente em feita em duas doses, cujo intervalo varia de acordo com idade. A Vigilância Epidemiológica orienta que, em caso de dúvidas, o usuário deve procurar as salas de vacina das seguintes unidades: UBS Vera Cruz, UBS Bonsucesso, UBS Brabância, ESF VI “Flávio Celso Negrão” e ESF VIII “João Carvalho”.

O atendimento é feito das 07:30 às 12:00 e das 13:00 às 15:30. O morador deve apresentar carteira de vacinação e cartão do SUS.

Quem deve tomar a vacina?

Aqueles que tenham entre 1 e 59 anos de idade e que nunca foram vacinados.
Pessoas de 1 ano até 29 anos 11 meses e 29 dias devem ter duas doses de vacina contra sarampo.
Pessoas de 30 anos até 59 anos 11 meses e 29 dias devem ter uma dose de vacina contra sarampo.
Pessoas acima de 60 anos somente com cartinha médica.

Grupos de risco

Profissionais da educação.
População institucionalizada.
Estudantes (ensino fundamental, médio e superior).
Trabalhadores da construção civil, do setor de turismo, de aeroportos e portos (por exemplo: agentes de viagens, guias turísticos, taxistas, funcionários de hotéis e de empresas de transportes aéreo, marítimo e terrestre, etc.), e profissionais do sexo.
Mulheres puérperas e pós-abortamento.
Viajantes.

REDAÇÃO | SECOM

REDAÇÃO | SECOM

Secretaria de Comunicação da Estância Turística de Avaré

Dengue

Newsletter


Assinar

Contato


Praça Juca Novaes, 1.169
Centro - CEP: 18705-900
Estância Turística de Avaré/SP
(14) 3711-2500

Atendimento


Faça uma solicitação de atendimento agora mesmo.
A Prefeitura está pronta para te ajudar.
Acessar