Serviços Online
UTILIDADE PÚBLICA

Aumento arbitrário de preços pode ser considerado abuso de poder econômico

Preço abusivo de máscara e álcool em gel, entre outros itens utilizados contra o coronavírus, deve ser denunciado ao Procon


Aumento arbitrário de preços pode ser considerado abuso de poder econômico Créditos pela imagem: Ilustrativa

Elevar preços sem justa causa de insumos e serviços relacionados ao enfrentamento do Covid-19 pode ser considerado abuso de poder econômico.

A informação consta do Decreto Nº 5.775 editado no último dia 18 pela Prefeitura da Estância Turística de Avaré.

O caso mais emblemático é do álcool em gel 70%, cujo preço subiu vertiginosamente após o registro dos primeiros casos da doença no Brasil.

Denúncia

O consumidor também deve ficar atento ao preço de máscaras cirúrgicas, luvas e produtos de uso doméstico que podem ser aplicados contra a proliferação do vírus.

A denúncia pode ser feita junto ao Procon de Avaré. O telefone para contato é o (14) 3732-8263.

O Procon de São Paulo também lançou uma campanha para fiscalizar o preço abusivo de máscara de proteção e álcool em gel.

“Se encontrar os produtos, fotografe, publique no Facebook ou Instagram e marque o @proconsp. Informe o endereço do estabelecimento”, afirma o órgão de proteção do consumidor.

REDAÇÃO | SECOM

REDAÇÃO | SECOM

Secretaria de Comunicação da Estância Turística de Avaré

Newsletter


Assinar

Contato


Praça Juca Novaes, 1.169
Centro - CEP: 18705-900
Estância Turística de Avaré/SP
 (14) 3711-2500

Atendimento


Faça uma solicitação de atendimento agora mesmo.
A Prefeitura está pronta para te ajudar.
Acessar